facebook_pixel

Como são feitos os nossos Reviews

 •  251 views

By

O Viva o Vinho surgiu das nossas experiências no mundo dos vinhos nos últimos dois anos. Foram inúmeros almoços, jantares e degustações em que transformamos o ato de beber um vinho em algo especial.

Desde que nos casamos, apreciar um vinho vagarosamente, buscando compreendê-lo e aprender um pouco mais, tem sido algo lúdico, divertido, que nos tira de nossa pesada rotina.

Porém, uma coisa que sempre nos chamou a atenção são as avaliações feitas por especialistas, alguns nem tanto, nas quais eles conseguem distinguir até 11 aromas diferentes e mais de 10 sabores! Eu frequento confrarias e degustações há mais de 20 anos, participo de clubes e converso muito a respeito do tema, mas não sou capaz de tal proeza.

Nosso objetivo não é discursar tecnicamente sobre a bebida, mas priorizar a experiência que um vinho nos proporcionou, se nos deixou felizes ou frustrados, se o tomaríamos de novo ou não.

Por isso, nossa proposta no Viva o Vinho é falar da maneira mais simples possível a respeito dos vinhos que bebemos. Nosso objetivo não é discursar tecnicamente sobre a bebida, mas priorizar a experiência que um vinho nos proporcionou, se nos deixou felizes ou frustrados, se o tomaríamos novamente ou não.

Acreditamos que o mais importante é o sentimento despertado em nós durante o momento e perceber a beleza que é o vinho, uma bebida viva, capaz de evoluir ano após ano na garrafa e ainda se modificar durante o período de uma refeição. O vinho que provamos no começo é bem diferente do que tomamos no final.

Critérios

Os critérios que estabelecemos para os nossos Reviews são simples, não técnicos:

  • Ao abrir a garrafa diz respeito ao primeiro momento de contato com o vinho. Levamos em consideração, principalmente, seus aromas, o tipo de rolha utilizada etc.
  • Na taça traduz a nossa impressão quando olhamos o vinho antes de bebê-lo. Aí predominam a cor, aspecto visual, limpidez, beleza.
  • A prova é o primeiro contato com a bebida. Muitos vinhos bem pontuados, principalmente os que têm mais tempo de garrafa, estão “fechados” nesse momento, com o paladar ainda um tanto travado, precisando de tempo para aparecer.
  • Meia hora depois é como está o vinho depois de um tempo aberto, a evolução natural que citei anteriormente. É, talvez, uma das características mais marcantes de um bom vinho: sua capacidade de se transformar na taça e entregar uma experiência realmente extraordinária.

Todos os visitantes do nosso blog podem participar dos Reviews, votando e pontuando os vinhos. Esperamos contar com vários amigos nessa divertida brincadeira que é dar sua opinião sobre vinhos. Participe!

Foto: Emanuel Alexandre Tavares

Comentários

Comentários

About the Author

Matemático, DBA e desenvolvedor de sistemas, apaixonado por gestão de conteúdo online. Para a experiência de beber um vinho ser completa, precisa de excelente companhia. Com a Renata, divido taças em momentos mágicos.